posts.png
 

UM ROSTO NA MULTIDÃO

Atualizado: 15 de set. de 2021

Em meio a tanta gente, bilhões de pessoas, nem todo mundo consegue se destacar como queria. Somos levados a comparação de pessoas influenciadoras, com milhares de seguidores, com fotos bonitas e videos lindos, além de uma ostentação de luxo, felicidade e perfeição.

Mas de fato, qual a necessidade de estar no lugar mais alto? Viver é realmente se destacar no pódio? Por que a ganância de ser melhor que todos ou ganhar aplausos?

É fato que sol nasce para todos. "... Porque Ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos" Mateus 5.45. Mas olhando a lógica desse mundo de aparências, a impressão que fica é que se o sol bater no rosto do meu irmão, significa inveja e não alegria de ver o outro tendo sucesso.

Onde fica a compaixão?

"Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram;" Romanos 12.15

Cada dia mais esse sistema anda incubando esses pensamentos coletivos em nossas cabeças e, sem sequer nos darmos conta, acabamos por seguir o fluxo desses ideais egoístas e distorcidos da realidade para a qual formos criados.

Os fariseus foram importantes na preservação da Lei, porque haviam muitas distorções tempos antes do nascimento de Jesus. Mas o ego os inflamou e a soberba desceu aos seus corações e eles se colocaram num lugar tão alto em relação aos outros, que nem mesmo ajudar os necessitados ajudavam, por vezes utilizando "desculpas legais", a exemplo a guarda absurda dos sábados, e os outros que perecessem. Jesus curou no sábado. Jesus é O Senhor do sábado. Lucas 14.

O Senhor sempre vai nos conhecer. Ele não confunde um rosto, uma oração, uma lágrima. Você não é apenas mais um rosto na multidão.Todo clamor feito para Ele vai ser ouvido, desde que não estejamos impedidos (veja 1Pedro 3.7; João 9.31). Nossa preocupação não deve ser em sermos conhecidos dos homens, mas sermos conhecidos e termos intimidade com Deus. Porque, ainda que o mundo nos aflija, Ele sempre cuida dos seus.


"Malco, um servo do sumo sacerdote estava a trabalhar no jardim; entretanto essa busca de rotina teria sido a última se não tivesse sido rápido em se desviar. Tochas iluminaram apenas o suficiente para que visse o brilhar da espada e então inclinou-se para trás o suficiente para salvar seu pescoço, mas não a sua orelha. Pedro foi censurado e Malco recebeu um toque que o curou. Assim,esse incidente passou para a história.

História, isto é, para todos, menos para ele. Se não fosse pela mancha de sangue em seu manto, ele poderia ter acordado na manhã seguinte falando sobre um sonho maluco que tivera. Alguns acreditam que Malco fez parte mais tarde dos crentes de Jerusalém. Não sabemos ao certo. Mas temos certeza de uma coisa: a partir daquela noite, sempre que Malco ouvia as pessoas falarem do carpinteiro que ressuscitou dentre os mortos, ele não zombava. De jeito algum; ele tocava no lobo da sua orelha e sabia que isso era bem possível. " Rostos na Multidão - Max Lucado


Essa pequena história nos representa e serve para mostrar como Jesus nos conhece e sabe o que fazer na hora certa e do jeito certo. Ele não tinha nome, mas a partir do toque de Jesus passou a ser conhecido e a partir desse milagre o próprio Jesus passou a ser ainda mais testemunhado. Esse foi o último milagre antes da cruz.

Ainda que você ache que está chegando o fim, até o fim Jesus está disposto a fazer o milagre na sua vida.


Você crê? Então receba em nome de Jesus, o consolo, a transformação, a cura, a restituição que precisas. Conhece alguém que precisa ouvir isso? Compartilha! Exercite o amor e compaixão pelo próximo!

43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

como é bom mergulhar no imensurável amor, de Deus o amor que suportou a cruz que rasgou o véu que transforma pegadores em filhos amados e lança no mar a ignomínia do pecado para dele não lembrar mais.

No descansar da terra a semente lançada faz com que ela de os melhores frutos.

Um coração amargurado se torna o solo perfeito para a semente da incredulidade.