posts.png
 

O bem pelo mau.

Atualizado: 12 de fev.

Movia-se por longos dias a ensinar, trocando o bem pelo mal, o que sobrou foi uma folha de mato a se esconder, por entre as arvores já não sabiam o que fazer, quem pode se esconder dos olhos que tudo vê, já dizia o sábio se subir o mais alto monte ali tu estas, se descer o mais profundo mar ali tu estas também, o que nos resta agora fazer? cabeça baixa o peso do pecado consciência a doer, não esperando nada pois merecíamos morrer, trocando o bem pelo mau só que agora é ele, fere um animal, a prova do amor sacrificial é sempre alguém a morrer,

o tempo passa á historia se repete, já não tem mais o Éden o que vemos agora é uma via dolorosa é um calvário, a praça ta cheia grande alvoroço, espera-se o desfecho do caso alguém deve morrer, o que se ouve agora em uma só voz parece mentira mas o bem vai morrer, como ovelha muda não ousou uma palavra dizer, pega o madeiro madeiro pesado, longo trajeto a percorrer, caindo e levantando tomado de fraqueza o corpo a doer, ninguém a se oferecer, até que vem cireneu, homem simples homem do campo, vai entrar pra história um tanto sem querer, chegando no gólgota prestes a morrer, com sede de aguá lhe dão vinagre a beber, na ânsia da morte levanta os olhos ao Pai vai dizer perdoe-lhes o pecado, pois não sabem o mau que estão a fazer, trocando o bem pelo mau, parece que o mau vai vencer, esta consumado, três dias apenas e o mau vai tremer.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Da torre vigia o guarda que contempla o horizonte miríades e miríades ao seu dispor autoridade e juízo trás consigo, quem é o cavalo ou cavaleiro diante dele? não respeita o arco tão pouco a lança.